user_mobilelogo

Depois da estreia no Rali Alto Tâmega do Ford Escort RS 2000 MK1, Vitor Calisto / Márcio Calisto marcaram presença na segunda prova do Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis de 2019, o Rali de Castelo Branco, que se realizou dias 22 e 23 de junho.

O piloto de Mesão Frio que tem sido autor de excelentes classificações nas provas em que tem participado, quer continuar na senda dos bons resultados, como nos confirmou Alberto Pereira  “ é verdade, em cada prova que tenho disputado tenho feito bons resultados sempre dentro do “top ten” em termos de classificação geral.Para o fim de semana que se aproxima, não será excepção, quero lutar pela vitória, sempre muito concentrado, sem cometer erros, a tentar melhorar sempre os meus tempos em cada subida efectuada, esperando que carro continue  a corresponder como o tem feito em todas as provas em que tenho participado”, disse-nos Alberto Pereira .

Nuno Pinto e o seu Mazda MX 5 já estão prontos para a participação  este fim de semana na Rampa Serra da Estrela, quarta prova do calendário do Campeonato Portugal de Montanha JC Group, organizado pelo Cami.

Depois do excelente resultado obtido na rampa de Santa Marta, Pedro Marques ao volante do seu Seat Leon TCR quer repetir a “dose” isto é , quer lutar pela vitória, como  nos confirmou “ na realidade a prova de Santa Marta correu muito bem, e gostaria que sucedesse o mesmo na rampa da Serra da Estrela, onde possa lutar pela vitória.Para isso quero estar o mais concentrado possível, sem cometer erros, esperando que o carro esteja a 100% para poder tirar partido de todas as suas potencialidades, esperando  assim atingir os objectivos pretendidos”, disse-nos o piloto de Braga.

Depois da sua curta passagem pelo Campeonato Portugal de Ralicross, eis que José Pedro Gomes está de regresso ao Campeonato Portugal de Montanha JC Group ao volante do seu Opel Astra estreado na Rampa da Falperra.

Augusto Vasconcelos – Ford Escort MK I, Gabriela Correia – Seat Leon MK III, José Correia Osella PA2000 Evo2 e Pedro Marques – Cupra TCR, vão disputar a Rampa da Serra da Estrela e subir ao ponto mais alto de Portugal continental.

Depois de todos os problemas que sofreu na rampa Santa Marta, Ricardo Loureiro espera na Rampa Serra da Estrela ter uma prova mais “ calma” como nos explicou “ na realidade a prova anterior  foi difícil, pois uma série de problemas afectaram  o desempenho do meu Ford Escort, e foi difícil. Agora para a rampa Serra da Estrela, espero que tudo me corra muito melhor, que o carro esteja perfeito , para assim poder lutar pela vitória.Quero estar o mais  concentrado possível, para não cometer  erros não  fazer excessos  esperando assim atingir o objectivo pretendido,  que é a melhor classificação possível”, disse-nos o piloto do Caramulo Racing Team.