user_mobilelogo

Miguel Oliveira acaba de ser distinguido pela Confederação do Desporto Portugal como Desportista do Ano, na categoria de Atleta Masculino. A distinção foi atribuída ontem, à margem da 22ª Gala do Desporto, no Casino Estoril.

Slalom do Autódromo do Estoril a encerrar os 5 dias do Rally de Portugal Histórico e a derradeira Especial e, não só!

"O Automóvel Club de Portugal e a Câmara Municipal de Cascais voltam a juntar-se este ano para organizarem um grande evento onde os automóveis Clássicos serão o centro das atenções. Desta feita as duas entidades decidiram juntar três grandes eventos num só, dando aos amantes do automobilismo uma oportunidade única de verem, de uma só vez, ambientes distintos do mundo automóvel.

Agora que restam três dias de competição, o Team PEUGEOT Total continua a manter a 1ª e 2ª posições no Dakar 2018. Esta etapa, com 280 km cronometrados, foi uma das mais curtas da presente edição, mas também uma das mais complexas, caracterizada por areia muito solta da região de Fiambala, nas imediações do famoso Altiplano. Apesar da complexidade do terreno, os três PEUGEOT 3008DKR classificaram-se no grupo dos quatro mais rápidos, tendo no final meros 15 segundos a separá-los. Segue-se a Etapa 12 (hoje, quinta-feira), que será a mais longa de todo o rali.

Numa Etapa – a mais longa do rali, com 522 km – que foi bastante difícil para os carros, o Team PEUGEOT Total geriu perfeitamente a situação na defesa da sua liderança. Com duas Etapas por cumprir até ao final do Dakar 2018, Carlos Sainz/Lucas Cruz e Stéphane Peterhansel/Jean-Paul Cottret mantêm-se nos dois primeiros lugares da Classificação Geral.

Após recentemente ter anunciado uma equipa com seis pilotos nas duas categorias do Velocidade 2020 em 2018, a formação da Oneundret Racing Team vai contar com mais um piloto nas pistas do troféu promovido pela Federação de Motociclismo de Portugal.

A pouco mais de um mês do arranque da época 2018 do Motocross Nacional, estão definitivamente alinhados os calendários dos diversos campeonatos de motocross (nacionais e regionais) bem como o nacional de supercross, novamente desenhado no mês de Agosto.

A ACAP – Associação Automóvel de Portugal,  em representação das empresas do sector do comércio  de motociclos, e a FMP - Federação de Motociclismo de Portugal, em representação dos motociclistas, vêm esclarecer que, apesar de se ter verificado um crescimento do número de acidentes com vítimas mortais em veículos de duas rodas a motor face ao período homólogo de 2016, o mesmo não se traduziu num aumento da taxa de sinistralidade, nem que existe uma relação de causalidade entre a Lei das 125cc e o aumento do número de vítimas, pelas seguintes razões: