user_mobilelogo

No regresso ao campeonato nacional e ao Circuito do Estoril, que recebeu pela terceira vez o campeonato, Kiko Maria enfrentou este fim‑de‑semana uma prova de extremos em termos de sentimentos.

O Campeonato de Portugal Ralicross foi até Castelo Branco para a sexta ronda na época, num evento que esteve sob a responsabilidade da Escuderia Castelo Branco!

A prova foi marcada pelo muito calor que se registou nesta região e foi um dos desafios mais difíceis para Rodrigo Correia e a sua equipa Autojac.

O Campeonato de Portugal de Ralis 2 Rodas Motrizes prosseguiu este passado fim-de-semana com o Rali de Amarante Baião, numa prova que esteve da responsabilidade do Clube Automóvel de Amarante.

  • SEMPRE NA LUTA PELA VITÓRIA E PELO CAMPEONATO 

Estreia positiva de João Barros na ARC Sport ao volante do Skoda Fabia R5. No comando durante grande parte da prova, João Barros terminou no 2º lugar, a apenas 5 segundos do vencedor. Ricardo Teodósio na 4ª posição, lutou sempre pelo pódio e continua na discussão do título de 2018. Pedro Almeida terminou em 7º e está cada vez mais competitivo, e Joaquim Alves assinou um admirável regresso, registando o 10º lugar. Nas duas rodas motrizes Miguel Correia voltou a estar em destaque, com o 2º lugar final.

O Peugeot 106  do Team MMA, com Carlos e Afonso Gonçalves não teve a sorte pelo seu lado sendo obrigado a desistir.Segundo Carlos Gonçalves, “ estava tudo a decorrer normalmente, quando de repente, numa passagem de caixa de velocidades em que falhei , por culpa minha, o motor acabou por exceder as rotações,  ouvimos um barulho e paramos.Vi logo que havia logo ali um grande problema, que acabou por ser infelizmente confirmado na zona de assistencia, pois o excessso de rotações do motor, acabou por desfazer o  sensor da cambota que logicamente  cedeu, e com isso não havia nada  a fazer, do que colocar o 106 no atrelado e regressar a casa.Isto são daquelas situações inesperadas que nos aconteceu, pois foram vinte e cinco ralis  ralis que terminamos sempre, neste tivemos azar, e os ralis também tem destas situações.Quero agradecer ao Henrique Mendes pela ajuda prestada, e agora há que arranjar isto, e pensar na próxima prova “, disse-nos Carlos Gonçalves desalentado.

Terminou em festa a prova do co piloto Famalicense Rui Raimundo no Rali de Amarante Baião, a penúltima prova do Campeonato de Portugal de Ralis.

O co piloto alinhou na prova com Daniel Nunes a bordo do habitual Peugeot 208 R2 da Inside Motor focados nas contas do título Nacional nas 2 Rodas Motrizes e também na categoria RC4.

O casamento entre os vinhos de Pinhel e da Beira Interior e o todo terreno é possível e vai dar certo. De 16 a 18 de Novembro, a cidade falcão celebra a união entre duas das potencialidades do concelho, com o 2º Raid TT Vinhos Beira Interior. Diversão total, descoberta com garra e ingestão moderada dos vinhos são as chaves para um evento que tem as inscrições quase esgotadas!